Miguel Pereira

MIGUEL PEREIRA nasceu em 1918, no Estado do Rio Grande Sul, Brasil. Depois de ter passado a infância e a mocidade na terra dos gaúchos, em 1938 alistou-se como voluntário no exército, com vista essencialmente à possibilidade, que aí tinha, de estudar. Em 1944, quando o governo brasileiro decidiu entrar na guerra como aliado dos Estados Unidos em Europa, ele pediu partir com a Força Expedicionária Brasileira. Foi incorporado no Grupo Rádio, e teve a sorte de entregar pessoalmente, ao General Zenóbio da Costa, o dispacho do General Alexander comunicando a conclusão da guerra. Em 1946, foi encarregado como zelador do Cemitério de guerra brasileiro em Pistoia, no começo junto com um pequeno grupo de soldados; mas, logo desde 1948 até 1960, ficou sozinho. Em 1960, os restos dos soldados foram levados para o Brazil, e nos anos seguintes foi construído no lugar do velho Cemitério um Monumento votivo, do qual Miguel Pereira foi zelador até ao seu falecimento, que aconteceu em Pistoia a 3 de fevereiro de 2003.